sexta-feira, 5 de outubro de 2007

Tragédias Emergentes


Cansado de cultos "chatos" que seguem o mesmo padrão, e só falam de Bíblia?
Que tal ir à igreja para assistir luta livre?

Essa foi a maluca idéia de uma igreja no Texas (confira o link abaixo).

Eu já tinha visto palhaços na Igreja, mas lutadores devidamente trajados para a batalha é algo novo para mim...

Até quando vamos achar a Bíblia insuficiente para o povo? Até quando vamos pensar que nossa criatividade é melhor do que o modelo de Deus?

Em mês de Reforma, é bom lembrar: Sola Scriptura.

Veja mais sobre a notícia acima.

2 comentários:

Seloti disse...

Fala Allen...
Cara, concordo contigo, mas esse é o modelo "moderno de fazer igreja", ou seja, adaptar a mensagem à quem busca. Isso não tem nada a ver com o conceito de emergente pós-moderno...

Igor Miguel disse...

A Igreja Emergente não é um problema, ela é a tendência, veste-se de acordo com seu tempo, e bebe dela, compreende-a,legitima-a e nega-se definir-se. Mas, a Bíblia não fala de uma "Igreja Emergente", mas de uma Igreja que com sua mensagem contraculural e dialógica, arranca da ilusão os homens, tranzendo-os para a realidade de um vida Bíblica, de homens que tocam na história, e não são engolidos por ela. Essa Igreja Bíblica é um cisco nos olhos entorpecidos pela pós-modernidade. A Igreja Bíblica desloca-se no tempo, pois Seu Cabeça é eterno, por isso não pode se submeter à temporalidade, antes é um corte transversal no tempo, na moda, na tendência e no caos. A Igreja Emergente, não é um problema por que se conformou, a Igreja Bíblica por sua natureza libertadora, é problematizadora.