segunda-feira, 26 de novembro de 2007

E Ele vem (David Quinlan)

O tempo de cantar chegou o tempo de dançar chegou
E Ele vem Ele vem saltando pelos montes
Seus cabelos Seus cabelos são brancos como a neve
E nos Seus olhos nos Seus olhos há fogo

incendeia Senhor a sua noiva
incendeia Senhor a sua igreja
incendeia Senhor a Sua casa vem me incendiar

vem me incendiar
vem me incendiar

Sinopse: A letra faz alusão à aproximação e contato com o Divino, utilizando-se de metáforas – saltando pelos montes/ nos seus olhos há fogo/ vem me incendiar – para expressar o desejo de comunhão com Deus. A figura utilizada é a do fogo. O autor clama a Deus que incendeie a noiva, a Igreja, a casa e ele.

Principais Temas: Cristologia, Eclesiologia, Comunhão com Deus.

Análise: A música tem por pano de fundo o texto de Apocalipse 1.14. Contudo, o texto é tirado do seu contexto para dar a ênfase pretendida pelo autor. O texto é parte da descrição da visão de João em seu início, dando apenas uma descrição simbólica da pessoa de Cristo, e portanto nada fala sobre a relação entre Cristo e a Igreja nos moldes do autor. A figura de Cristo saltando pelos montes ao vir é estranha ao texto. A figura do fogo, tão comum hoje em dia, normalmente é utilizada na Bíblia para descrever o juízo, ou a aplicação da ira Divina (cf. Hb.10.27,12.29; II Cr.7.1; e II Rs.1.10, por exemplo). Os versículos seguintes demonstram que esta é a idéia do texto, e portanto não é prudente pedir por fogo ou incêndio, por mais que isto soe como devoção e amor.

4 comentários:

Pablo Ramada disse...

Simples e direto.

parabens pela 100ª postagem, eu passei lotado pela minha.

Henry disse...

Não concordo com sua análise musical... O fogo também representa o batismo com o espírito santo, que neste caso da música em questão é a melhor interpretação."Incendiar" está mais próximo das línguas de fogo que caíram sobre os apóstolos em pentecostes do que do "juízo", no contexto da música.

Ruy (Doulos) disse...

Eu concordo tb vejo o fogo como juiso, as linguas em pentencostes eram como de fogo, não de fogo.


Estou em lan e sem bíblia quando chegar em casa vou confirmar.

Parabéns Allem pela 100º postagem...

Rodrigo Amaro disse...

Somente como adição ao texto, o verso que se refere a Jesus saltando pelos montes é baseado em Cantares 2.8, onde o Mestre é representado pelo Noivo vindo, e pelo gamo, nessa passagem especificamente.
A Paz de Cristo.