sexta-feira, 16 de maio de 2008

MESA-REDONDA SOBRE A ORDENAÇÃO DE MULHERES

O Seminário Teológico Batista de São Luís (MA) promoveu na noite de ontem (15/05), mesa-redonda sobre o tema da ordenação de mulheres ao minitério pastoral.
O evento contou com a presença de quatro debatedores, o Pr. Vidigal Queirós, o Pr. Davi Luna, o Pr. Wlson Moura, e a Pra. Marlene.
A iniciativa do evento foi do Diretório Acadêmico da instituição mencionada, que merece aplausos pela tentativa de promover a discussão teológica e a reflexão sobre doutrinas e práticas adotadas no contexto maranhense (e brasileiro). Considerando a tímida produção teológica por parte dos nossos professores e seminaristas, é possível que eventos desse porte estimule o crescimento nesta área, para o bem da Igreja de Cristo.
O clima do evento foi agradável, embora em alguns momentos os ânimos tenham ficado mais agitados, e a ironia (essa provocativa arma dos debates) tenha sido utilizada de modo imprudente.
Do ponto de vista da análise bíblica, as análises foram superficiais, em parte pelo tempo disponível para os palestrantes (ou pela sua dificuldade em dimensionar a sua fala dentro do tempo disponibilizado), e em parte pelo desejo de provar o ponto, às vezes torcendo alguns textos.
De modo amplo, pode-se dizer que a realização do evento foi positiva. Possivelmente farei uma avaliação crítica e mais detalhada dos pontos e argumentos apresentados em outros posts.

3 comentários:

ruydoulos disse...

Aguardo este artigo, tomara que seja breve...

Forte abraço.

Paulo Victor disse...

CReio assim com diz em Efesios, que o ministerio pastoral é sem duvida uma arma poderosa de Deus para edificacao da igreja... vejo tb q Deus tem trazido a revelação sobre esse ministerio com relacao as mulheres. Creio no exercico pastoral femenino... pois como a propria Biblia exemplifica (debora, mulher samaritana...) as mulheres sao armas poderosas nas mãos de Deus! Obrigado

Adam Gonnerman disse...

A minha tendência neste momento é de favorecer uma visão de somente homens no ministério pastoral, pois vejo isso no ensino do apóstolo Paulo. Ao mesmo tempo, não vejo apoio bíblico para o ministério de um pastor solitário na congregação, e sim para uma pluralidade de pastores na liderança. Mas, isso é outro assunto.... Aceitaria mulheres no ministério pastoral se conseguisse achar uma base bíblica para a prática. Até agora não fui convencido.