sábado, 31 de janeiro de 2009

Francis Schaeffer e o seu legado [por ocasião do seu aniversário]


Francis A. Schaeffer nasceu no dia 30 de janeiro de 1912. Filho de pais simples, que não valorizavam a tradição intelectual, o garoto teve seu primeiro contato com a filosofia por um erro do vendedor da livraria. Era ainda um adolescente1 (1929), mas começava a se interessar pela reflexão sobre as questões fundamentais da existência humana.

Schaeffer percebeu que a Bíblia apresentava respostas verdadeiras para as suas perguntas. Enquanto a filosofia falhava em chegar a algum lugar, o Cristianismo trouxe paz à sua mente e ao seu coração. Foi convertido em 1930.

Decidiu estudar Teologia no Westminster Theological Seminary, saindo dali com um grupo para fundar o Faith Seminary um ano depois. Nesse mesmo período casou com Edith, com quem teria 3 filhas e 1 filho2.

Foi ordenado ministro presbiteriano em 1938. Pastoreou a Bible Presbyterian Church em Grove City, Pennsylvania. Em 1943 a família Schaeffer foi para Saint Louis, onde Francis seria pastor na Covenant Church.

No pós-guerra (1947) ele viajou durante um mês pela Europa, a fim de obter alguma compreensão sobre o estado das coisas por lá. Ficou estarrecido com o que viu, não apenas pela destruição da guerra, mas também da igreja.

Em 1948 a família Schaeffer se mudou para a Suíça, onde decidiu implantar um ministério. Ainda não sabia exatamente o que fazer, mas tinha o forte desejo de servir a Deus na Europa.

Ali nos Alpes ele a esposa fundaram, em 1955, o L'Abri Fellowship3. Na Suíça de fala francesa, a palavra L'Abriabrigo, em francês – estava carregada de significado para o contexto da época. Aquilo que começou como conversas simples com os amigos universitários de seus filhos, se tornou um poderoso ministério para lidar com as questões honestas de muitas pessoas em crises existenciais, demonstrando a veracidade do Cristianismo histórico, e sua relevância para o ser humano.

Através de suas palestras e livros, bem como do treinamento para o trabalho com crianças e o L'Abri, Francis Schaeffer foi (e tem sido) instrumento de Deus para a conversão e encorajamento de muitos.

SCHAEFFER EM 2002

Francis faleceu no dia 15 de maio de 1984. Praticamente um ano antes de eu nascer. Mas ele só “nasceu” na minha história em 2002. E ainda de maneira tímida. Naquele ano eu ouvi comentários apaixonados de pessoas que eram influenciadas por sua obra.

Algum tempo depois tive acesso ao livreto A morte da razão4. Não tinha muita maturidade, então, após ler algumas páginas, guardei na prateleira para depois. Em 2007 eu decidi ler outro livro: O Deus que intervém5. Agora a situação era diferente e eu entendia o que estava lendo.

Fiquei fascinado com a leitura, e voltei para ler A morte da razão, e em seguida O Deus que Se revela6. Desde então tenho lido o que posso do autor. Alguns livros já foram, e outros estão na lista, sem contar os que não foram traduzidos (ainda) para o português. Recentemente li A marca do cristão7.

O LEGADO

Muitos ministérios e ministros foram influenciados pelo evangelista – como ele se denominava. No último ano L'Abri finalmente foi implantado no Brasil, e possui uma equipe apaixonada e capacitada servindo em Belo Horizonte, MG.

Em minha vida o impacto de Schaeffer se deu pela saudável mistura de verdade com amor, uma mente preparada com um coração quebrantado, a convicção inequívoca do Cristianismo histórico e ortodoxo sem arrogância ou desprezo pelos que caminham no erro.

Schaeffer é um modelo de pastor, de líder de jovens, de apologeta, etc., etc.

Não afirmo que ele era perfeito. De modo algum. Jerram Barrs8 demonstra como o seu pavio curto por vezes o atrapalhou. Mas quero agradecer a Deus por este homem imperfeito, que serviu a Deus e aos homens do seu tempo.

Hoje ele completaria 97 anos. Está diante dAquele a quem serviu ao longo de sua vida.


Visite o blog do L'Abri Brasil

--

2A história de Francis e Edith está bem registrada no livro A Celebração do Matrimônio, publicado pela Cultura Cristã.

4Publicado pelas editoras Fiel e ABU.

5Editora Cultura Cristã.

6Editora Cultura Cristã.

7Abba Press.

3 comentários:

danieldliver disse...

Já leu "Verdadeira Espiritualidade"?

PRiSCa disse...

ele nasceu no mesmo dia do que eu ...
uma benção a vida deste homem

Volney Faustini disse...

Schaeffer é provavelmente o mais importante evangelista do Século XX - talvez o seu maior legado.

É muito saudável a iniciativa de L'Abri no Brasil, capitaneada pelo Guilherme. Ter um lugar onde cristãos (jovens ou/e novos) bem como pessoas de coração sincero, busquem o verdadeiro sentido de suas vidas num mundo cada vez mais secular, confuso, violento e dominado pelo caos.