terça-feira, 2 de junho de 2009

Livrim da Semana: Viciados em mediocridade, Frank Schaeffer, w4, 138p.


O filho do Francis Schaeffer foi muito feliz nessa obra. Com um texto agradável - quase uma conversa -, mas cheio de uma ira explosiva contra a perspectiva distorcida da relação entre cristianismo, artes, criatividade e beleza, Frank Schaeffer nos convida a profundas reflexões sobre esse assunto tão interessante.

Não há meias palavras, e as afirmações do autor são feitas com a clareza de quem faz uma denúncia. Seus capítulos são protestos contra uma perspectiva "cristã" que compartimentalizou a vida, e separou as artes, produzindo as aberrações que hoje vemos com o nome "gospel". Somos culpados pela subcultura cristã, pela arte de péssimo gosto - se pode ser chamada de arte -, e pela falta de criatividade.

Rompemos com a gloriosa história da igreja, que tanto incentivou a produção artística - em especial o florescimento das artes na Reforma. Ficamos órfãos, e seguimos o caminho da mediocridade: músicas repetitivas, vídeos e programas de televisão enfadonhos e ruins, quase total ausência de pinturas e demais artes visuais (e quando as temos, são sempre sobre os mesmos temas, sem criatividade ou integridade por parte do autor, ou mera propaganda). Mas engolimos tudo porque vem com o selo "gospel".

O livro é altamente recomendado para quem deseja resgatar uma compreensão adequada do lugar das artes na vida cristã.

Compre aqui.

Devo postar algumas citações da obra pelos dias que seguem.

3 comentários:

Ivonete Silva disse...

Preciso ler Francis Schaeffer....

Allen Porto disse...

Eu tb! =)

bj
SDG

Ivonete Silva disse...

Eu também, fala sério você já leu tudo. Eu que não li nenhuma linha.