quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Irmão, como fica a questão dos bebês que morrem sem ter conhecimento de Deus. Se nascemos pecadores o inferno seria o correto, mas nao consigo imaginar uma criança de um mês no inferno. Explica aí. Abraço

Que bom que você reconhece que o problema está em você, e não no evento em si.

De fato, nascemos em pecado, e isso nos torna merecedores da condenação independentemente da nossa idade.

Por isso, os bebês são tão culpados quanto os idosos.

Ainda assim, existem diferentes visões sobre isso. Alguns parecem crer que todas as crianças que morrem são salvas.

A confissão de fé batista de 1689 acrescentou uma nota ao capítulo 10 - sobre a chamada eficaz -, que diz o seguinte:

"As crianças que morrem na infância, se eleitas, são regeneradas e salvas por Cristo, através do Espírito, que obra quando, onde e como Lhe agrada. Do mesmo modo são salvas todas as outras pessoas incapazes de serem chamadas exteriormente, pelo ministério da Palavra" (p.63)

Do mesmo modo, a Confissão de Fé de Westminster, também no capítulo sobre vocação eficaz (X.III), afirma:

"As crianças eleitas, que morrem na infância, são regeneradas e salvas por Cristo, por meio do Espírito que opera quando, onde e como Lhe apraz" (p.97 da 17a edição, Cult. Cristã).

Penso que esta é uma visão bíblica. Não temos autoridade para dizer que todas as crianças serão salvas, nem para dizer que todas serão condenadas.

Abraço, e obrigado pela pergunta.

Pergunte qualquer coisa

Um comentário:

|Samir Mesquita de Moraes| disse...

Oi Allen.
Pergunto algo que penso sempre que tento formar o pensamento sobre isso.
Primeiramente concordo com o que voce escreveu mas algo vem a minha mente sobre a salvação dos infantes.
Pelo que temos na palavra de Deus vc nao acha que a salvação está ligada ao conhecimento do sacrifício de Cristo na cruz?
um abraço,
paz