segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

Loucuras do dia-a-dia...

Há uma série de vantagens em carregar consigo uma máquina fotográfica (ou câmera, como quiserem). Exemplo de benefício é poder registrar a beleza do pôr-do-sol onde você estiver, ou apreender com as lentes momentos bizarros, que ninguém acreditaria se você apenas falasse.

Às vezes eu ando com a minha câmera. Aliás, frequentemente. E hoje fui premiado com uma cena digna de ser postada aqui.

Eu dirigia tranqüilamente o meu batmóvel, quando encontrei um sinal vermelho. A coisa mais comum ao se parar diante de um semáforo é olhar para os lados. Isto, diga-se de passagem, tem sido a causa de brigas homéricas entre casais, pois a mulher jura que o cara estava de olho na motorista do carro ao lado (e até ele explicar...). Simplesmente é natural ver como estão as coisas ao redor. Eu fiz isso, e eis a grande imagem: ao meu lado estava um carro aparentemente normal, mas com uma Bíblia aberta sobre o painel.

Tudo bem que usar a Bíblia como amuleto não é uma prática nova, mas fazer isto em um carro é algo de vanguarda. Especialmente porque, com o movimento do carro, é difícil ela ficar aberta no salmo 91 (o mais famoso das Bíblias-amuleto) . Imaginei que aquele motorista andava muito devagar, ou nunca baixava os vidros.

Rapidamente peguei a máquina e cliquei. Não poderia deixar passar.

Enquanto escrevo, olhando com mais calma a imagem, vem à mente outra idéia. Eu percebi, no momento da foto, que o carro estava batido, mas não fiz nenhuma associação. Agora é impossível deixar passar. Não é engraçado que justo o carro do amuleto esteja batido? Vai ver ele só colocou ali depois do acidente...

Isto me fez pensar sobre o papel das Escrituras na vida da Igreja cristã. Em alguns lugares Ela não serve nem mais como amuleto. A voz dos pastores, "pastoras", "apóstolos" e bispos, com suas revelações, tem mais lugar do que a revelação proposicional de Deus.

Em outros cantos a Santa Bíblia é muito estudada e discutida, mas pouco vivida. As teses acadêmicas e especulações sobre aspectos profundos de seus textos tomam o lugar da simplicidade de uma vida piedosa.

Ambos os exemplos negam o lema da igreja no período da Reforma. Os cristãos gritavam: SOLA SCRIPTURA! (Somente as Escrituras!). A Bíblia era a regra final de fé e de prática da vida dos cristãos.

Eu desejo viver conforme a Palavra de Deus, e desejo que você deseje isso também.

:) SDG

"A tua lei está dentro do meu coração". Sl.40.8


Pra quem não aguentava mais ler, e queria logo ver a foto:

6 comentários:

Pedrotxp disse...

CARACA, nunca imaginei que alguém fosse capaz disso, mais foi. Eu também fico sempre pesando nisso, na época da reforma muitos morreram por hoje podermos ter a bíblia, e ler, e seguir apenas ela, porem hoje todos querem soluções rápidas, e fáceis, e colocam a palavra do homem em primeiro lugar... tem até um caso que eu vivi esses dias, de um pastor que ungiu a obreiro um rapaz que esta vivendo junto porem não esta casado com uma mulher, achei uma coisa triste, o pior que ao tentar falar com o rapaz ele disse que como o pastor aceitava não teria problema, mesmo estando explicito na bíblia sobre estes assuntos... Abraços.

Pablo Ramada disse...

Hahahahahaha, vc me deu a deixa, e com essa comprova a crise de relevancia.

Mas se tem biblis aberta dentro de banheiro, pq não no carro?

e não duvido nada do dono desse carro ser espírita...

Editor disse...

Olá Editor(a) do A Biblia, o Jormal ,e a Caneta conto com o seu voto!!

Começa o 1° Concurso dde Bandas Gospel via BLOG!


Isso mesmo no dia 15/01 começou o primeiro Concurso de Bandas Cristãs independentes através de um Blog via internet!!!
O endereço para votar na enquete e eleger a banda vencedora é este:
www.clipgospelmusic.blogspot.com

Abraço Fique com Deus!

Poliana disse...

Alguém já parou p pensar que o motorista/passageiro do veículo pode deixar a bíblia lá pra lê-la?

Já pensou quanto tempo a gente passa parado em sinais vermelhos? Tem estudos sobre isso até, nao sei quanto tempo, mas sei que se todo ele fosse investido na leitura da palavra seríamos um pouco mais complascentes com os companheiros motoristas e tudo ao redor...

Cuidado com as palavras ásperas (pv 15;1)

Allen Porto disse...

"Alguém já parou p pensar que o motorista/passageiro do veículo pode deixar a bíblia lá pra lê-la?"

Sim, Poliana, eu parei pra pensar sobre isso. Mas veja bem a foto, e você perceberá que ele está no sinal vermelho e nem está olhando para a Bíblia. Se fica ali pra ele ler, então por que ele nem olha pra Ela?

Mais ainda: se vc deixa um livro ou uma Bíblia pra ler durante o sinal vermelho, é mais prático e simples deixar perto de você, e não da forma que o cara deixou ali, o que me faz pensar que este não era o propósito.

Outra coisa: quem deixa a Bíblia perto pra ler no sinal vermelho, não a deixa aberta o tempo todo, porque o vento bagunçaria as páginas. Ele deixaria fechada, e com um marcador ou com as folhas dobradas, para depois acompanhar de onde parou.

Assim, a sua análise é fraca e não resiste a uma reflexão mais aprofundada.

Com certeza a gente passa mais tempo do que deveria em semáforos. Mas deixa eu te dar uma dica: Não fique lendo em sinais! O trânsito é coisa séria, e o sinal exige a sua atenção. Não faça isso, pelo seu bem, e pelo dos outros.

Por fim defina palavras ásperas e a gente pode conversar sobre isso. Enquanto você não demonstrar que eu as utilizei, não posso sequer considerar o seu argumento (se é que foi um argumento).

E sobre esse texto de Provérbios, recomendo a leitura de um artigo de Vincent Cheung que expõe o erro que você está cometendo ao usá-lo. Dê uma lida nele: http://www.monergismo.com/textos/comentarios/cheung_resposta_branda.htm

abraço
Deus abnçoe
:) SDG

Allen Porto disse...

como ficou incompleto, vou mandar fracionado:

http://www.monergismo.com/
textos/comentarios/
cheung_resposta_branda.htm

junte tudo o que está acima e cole no seu navegador que vc lerá o artigo.

abraço
:) SDG